Health knowledge made personal
Join this community!
› Share page:
Go
Search posts:

Leite vegetal / Nut milk

Posted Jun 30 2012 2:01pm

Leite vegetal / Nut milk

Neste post vou falar essencialmente dos benefícios do leite de oleaginosas. Considero o leite animal um alimento algo controverso no mundo dos vegetarianos, por isso não vou mostrar a minha opinião sobre o assunto aqui, mas se quiserem ler alguns artigos interessantes: http://www.notmilk.com/ . Por isso o meu objectivo com este post é mostrar que o leite vegetal, especialmente acabadinho de fazer em casa, pode ser uma excelente alternativa ao leite animal.

Existem já no mercado alguns tipos de leite vegetal, sendo os mais populares o de soja, arroz, e aveia. Os leites feitos a partir de frutos secos (oleaginosas) estão a começar a ganhar alguns adeptos, e em Portugal já é possível encontrar nas lojas de produtos naturais o leite de amêndoa. Na minha opinião, este leite é um bocadinho caro comparado com os citados acima, mas eu acredito que se for feito em casa, está disponível para a população em geral.

O leite feito a partir de oleaginosas é ideal para aqueles que querem deixar o leite animal, pois não contém gorduras saturadas nem colesterol, muito pelo contrário, têm elevados níveis de vitamina E e gorduras insaturadas. Também não contém lactose (açúcar do leite animal), nem caseína (uma proteína do leite animal), e também é aconselhado para aqueles que têm alergia à soja, só não é recomendado para quem sofre de alergia aos frutos secos.

Prosseguindo com a análise nutricional, a maioria das oleaginosas são ricas em minerais como o selénio (desempenha um papel importante na produção de antioxidantes, no sistema imunitário e na regulação da tiróide), manganês, magnésio, zinco, potássio, fósforo e cálcio, as concentrações variam consoante o tipo de semente ou fruto seco. Para além disto, o consumo frequente e moderado de oleaginosas está associado à redução do colesterol LDL e triglicerídeos e aumentando o HDL (bom colesterol), contribuindo desta forma para a prevenção do desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

A melhor parte é que esta bebida natural pode ser feita em casa sem esforço nenhum e como é caseira não tem aditivos alimentares nem conservantes, mas deve ser armazenada no frigorífico para garantir a sua frescura, durante 3 a 4 dias.

Como fazer leite vegetal

Agora passo a explicar como é que se faz cerca de 1L de leite de oleaginosas.

Pode escolher qualquer um destes tipos de frutos secos: amêndoas, nozes, avelãs, cajus, macadamias, nozes do brazil, sementes de abóbora, de sésamo, cânhamo e girassol. O leite da fotografia é uma mistura de avelãs e amêndoas, o meu preferido. :)

– Demolhar os frutos secos (cerca de uma chávena)

Assim como já expliquei no artigo sobre as leguminosas , quando comemos os frutos secos, também estamos a comer os inibidores das enzimas que levam à germinação dos mesmos frutos. Estes inibidores vão afectar a forma como digerimos os alimentos, pois vão influenciar a própria actividade enzimática na digestão, não permitindo que os alimentos sejam completamente degradados e por isso vão impedir a absorção de minerais e vitaminas. Por estas razões é importante demolhar os frutos secos, para estimular o processo de germinação nas oleaginosas, e o fruto ou semente desprender os nutrientes “para formar uma nova planta” (teoricamente, porque como só vão estar de molho algumas horas, apenas vão aumentar de tamanho). Para este processo ser iniciado, as oleaginosas devem estar demolho no mínimo entre 4 a 8h dependendo do tipo de fruto, cobertas com água pura.

 - Retire a pele às oleaginosas (opcional)

Este passo é completamente opcional, pois depende se vão utilizar a polpa remanescente. Mas habitualmente retiro a pele a algumas para utilizar a polpa para fazer bolachas e patés.

– Lave bem as oleaginosas e coloque-as num liquidificador com 4 chávenas de água. Para liquidificadores menos potentes talvez não seja má ideia triturar tudo com uma chávena de água e depois adicionar as restantes 3.

– Filtre o leite num pano/saco fino de algodão, que permita reter a polpa e depois espremer para retirar o líquido remanescente para um jarro. Se não tiver nenhum pano ou saco prático para a execução deste passo, procure também : sacos para a coagulação de queijo, collants e até coadores de tinta. Na internet já é possível encontrar sacos para facilitar este processo, como este no amazon.

Nota: A polpa pode ser aproveitada, ainda não tenho receitas aqui no meu blog mas aconselho que visitem estes para tirar algumas ideias! Chessecake ; Bolachas sem glúten de chocolate ; Bolachinhas de baunilha ; Bolachas de aveia com pepitas de chocolate ; Crackers de linhaça e aveia  (é o único link em Português); Hummus de polpa de oleaginosas ; Pão de espelta

– Depois de filtrado o leite está pronto! Guarde o leite num jarro que seja possível fechar, pode permanecer no frigorífico durante 3 a 4 dias.

O leite pode ser bebido assim, ou então podemos adicionar outros aromas e sabores como cacau, baunilha, adoçantes naturais (e tâmaras). Eu escolhi adicionar algumas superfoods, de forma a obter uma bebida enegética deliciosa.

A maca é uma raíz, utilizada há milhares de anos por povos indígenos que habitam os Andes, como fonte de alimento e cura, e continua a ser um dos superalimentos mais poderosos da actualidade. O consumo regular desta raíz (cerca de 1 colher de chá por dia) permite a estabilização dos sistemas glandular-hormonal, nervoso e cardiovascular, porque funciona como um adaptógeneo no nosso organismo. Também ajuda a aumentar a líbido, combater a fadiga e aumentar a energia (não contém cafeína!). O seu consumo é benéfico para atletas de endurance (resistência).

Macaccino

½ chávena de leite vegetal (eu utilizei uma mistura de amêndoa e avelã)
1 colher de chá de maca (em pó)
1 colher de chá de cacau cru
½ colher de chá de canela
Adoçante natural (mel, agave, açúcar cru, açúcar de coco…) ou tâmaras a gosto (recomendo 1 tâmara ou 1 colher de chá de adoçante natural)

Coloque todos os ingredientes num liquidificador para misturar bem. Se não utilizar um liquidificador é mais difícil fazer esta bebida porque tanto o cacau como a maca são pouco solúveis no leite vegetal à temperatura ambiente. Esta bebida pode também ser levemente aquecida.

Translation

Again, sorry for not writing the whole article in English, but I think there is a lot of information on the internet about how to make nut milk.

After making your delicious nut milk, you can drink it just like that, plain, or you can add other flavors such as cocoa, vanilla, natural sweeteners (or dates). I have chosen to add some superfoods, to obtain a tasty and energetic drink.

Maca root has been used by indigenous Andean societies as a source of nourishment and healing for thousands of years, and it still continues to be a powerful superfoods in our days. Regular consumption of this root (about 1 teaspoon per day) helps the stabilization of the hormonal, cardiovascular and nervous systems, because it acts as an adaptogen in our body. It also helps to increase libido, fight fatigue and increase energy (and contains no caffeine!). Endurance athletes may benefit from the consumption of this superfood.

Macaccino

½ cup nut milk (I used a mixture of almonds and hazelnuts)
1 teaspoon of maca
1 teaspoon of raw cacao
½ teaspoon of cinnamon
Natural sweetener (honey, agave, raw sugar, coconut sugar…) or dates to taste (I recommend 1 date or 1 teaspoon of natural sweetener)

Combine all the ingredients mentioned above in a blender and blend until the liquid is creamy and foamy. This drink can also be slightly heated if you want.

Like this:

8 bloggers like this.
  • frugalfeeding
  • Gabby @ the veggie nook
  • Somer
  • imagenssalteadas
  • christinajane
  • maggiesonebuttkitchen
  • Arlen Shahverdyan
  • veganmonologue
by Márcia Gonçalves on June 30, 2012  •  Permalink
Tagged

Posted by Márcia Gonçalves on June 30, 2012

http://compassionatecuisine.wordpress.com/2012/06/30/leite-vegetal-nut-milk/

Post a comment
Write a comment:

Related Searches